27 de ago de 2011

NA PARAÍBA:DIRETORA DE UNIDADE PRISIONAL É ACUSADA DE DESACATAR E OBSTRUIR O TRABALHO DE AGENTES PENITENCIÁRIOS

Por volta das 18h30 de ontem (26), quando ocorria a entrada dos presos albergados do Presídio feminino de Cajazeiras/PB, o agente penitenciário Sávio Washington Cartaxo de Figueiredo, solicitou ao Cabo Marivaldo, que estava de sentinela na guarda, para verificar uma atitude suspeita do preso albergado “Alberto Marceneiro”, que dizia está de posse de um telefone celular dentro da cela e não entregava o aparelho a ninguém. Prontamente o CB. Marivaldo atendendo a solicitação do agente penitenciário foi conversar com o preso procurando se inteirar da situação, momento em que a diretora da Unidade Prisional, Graça Abreu se aproximou do local e sem nenhuma explicação mandou que o policial se retirasse daquele local e em seguida passou a tratar o referido PM e o agente penitenciário de forma descortês e anti-profissional, desacatando-lhes, perturbando e obstaculizando os seus trabalhos, mister da profissão. Em seguida a diretora pediu as chaves das celas ao agente penitenciário Washington e também determinou que ele saísse de lá e fosse para casa, constrangendo o agente penitenciário na presença dos apenados. Após o ocorrido o oficial CPU foi solicitado para ir até o local e quando lá chegou a diretora havia se evadido e após tomar ciência da situação comunicou o ocorrido a autoridade judiciária de plantão, através de boletim de ocorrência, para que as medidas cabíveis sejam tomadas.

Fonte: Sertão Informado

2 comentários:

GNM.Marcos-São Miguel RN disse...

Essa diretora mostra que não tem a mínima competência para exercer a função que le foi confiada pois nem de longe essa parece ser a atitude de quem tem carater e moral para este tipo de trabanho. Espero que ela seja punida para que sirva de exemplo para todos.

Anônimo disse...

é uma franga mesmo!!!

Postar um comentário