27 de ago de 2011

SUSPEITOS EM FUGA MATAM AGENTE PENITENCIÁRIO EM MINAS GERAIS

Suspeitos em fuga mataram um agente penitenciário e feriram um policial no bairro Guarani, região norte de Belo Horizonte (MG), no início da tarde desta sexta-feira. Segundo a Polícia Militar, os disparos aconteceram após uma abordagem a um carro em atitude suspeita. De acordo com os militares, três policiais civis abordaram um carro que andava em zigue-zague pela avenida Cristiano Machado, uma das mais movimentadas da capital. Os ocupantes teriam reagido a tiros à abordagem e, na fuga, atingiram dois carros de passeio. Eles só pararam quando o veículo que dirigiam atingiu uma caminhonete. Os homens, em quantidade não informada, continuaram a fuga a pé. No semáforo, segundo a PM, eles assaltaram um agente penitenciário para levar sua moto, mas ele reagiu e acabou baleado 11 vezes. Ronaldo Francisco de Paula morreu no local. No tiroteio, o policial civil José Roberto de Abreu, 52 anos, foi baleado no ombro e levado para o Hospital Risoleta Neves, em Venda Nova. Um dos suspeitos da ação, identificado como Pablo Henrique Lopes de Almeida, também levou um tiro e foi levado para o hospital de Venda Nova, onde passava por cirurgia. No veículo dos suspeitos, a polícia encontrou uma identidade falsa com a foto de um homem que teria atirado em dois policiais civis na favela do Suvaco das Cobras, na região da Pampulha. Os militares também suspeitam que o bandido conhecido como "Quen Quen" esteja envolvido na ação."A polícia continua a procura do suspeito e quer encontrá-lo com vida, porque ele tem muita gente para entregar", disse o delegado Edson Moreira, da Delegacia de Homicídios, que investigará o crime.

0 comentários:

Postar um comentário